segunda-feira, 19 de fevereiro de 2018

Enedir defende tese sobre escrita feminina

              A doutoranda Enedir da Silva dos Santos defende na sexta-feira 23 de fevereiro a tese Erotismo como resistência: as narrrativas de Marin a Colasanti, Márcia Denser e Maria Amélia Mello nos anos finais da ditadura militar. A pesquisa foi orientada pela Profa. Dra. Kelcilene Grácia-Rodrigues. A banca terá como arguidores os Profs. Drs. Antonio Rodrigues Belon (UFMS), Ana Lúcia Espíndola (UFMS), Paulo Bungart Neto (UFGD) e José Antonio de Souza (UEMS), com presidência do Prof. Rauer, líder do GPLV, em virtude de afastamento para pós-doutorado da Profa. Kelcilene.

            Partindo de vozes discordantes no âmbito da literatura feminina brasileira do final dos anos 1970 e início dos anso 1980, Enedir vê o tema do erotismo como ferramenta de resistência e de engajamento que constrói sentidos, na obra das autoras estudadas, "de empoderamento que resulta em novas representações da mulher".

            A banca terá início às 14h na Sala de Defesas do PPG-Letras no Câmpus 1 da UFMS de Três Lagoas e é aberta a todos os interessados.

quinta-feira, 15 de fevereiro de 2018

CONVOCATÓRIA - Reunião do GPLV

CONVOCATÓRIA
Reunião do GPLV

Estão convocados os membros do Grupo de Pesquisa Literatura e Vida, e convidados os demais interessados, para reunião do GPLV no dia 23/2, das 8h30 às 11h, com a seguinte Ordem do Dia:
1. Informes;2. Publicações de livros em 2018;3. Outras Publicações em 2018;4. Eventos para o biênio 2028-2019;5. Expediente. 
Três Lagoas, 12 de Fevereiro de 2018. 

Prof. Dr. Rauer Ribeiro Rodrigues
Líder do GPLV
CPAN/UFMS
Profa. Dra. Eunice Prudenciano de Souza
Co-Líder do GPLV
CPTL/UFMS

terça-feira, 30 de janeiro de 2018

Edemir Fernandes Bagon defende dissertação sobre o micronto em sala de aula

O pesquisador Edemir Fernandes Bagon, mestrando pelo PROFLETRAS da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, defende, dia 21 de fevereiro de 2018, às 14h30,  no Câmpus 1 da UFMS/CPTL, a dissertação O microconto em sala de aula: leitura e escrita em uma escola de Carapicuíba, SP, em pesquisa realizada Sob orientação do professor Rauer Ribeiro Rodrigues.

A banca de mestrado será composta pelo professor Rauer Ribeiro Rodrigues (UFMS) e pelas professoras Aurora Cardoso de Quadros (UNIMONTES) e Eunice Prudenciano de Souza (UFMS).

Eis o resumo da dissertação:

RESUMO: Este trabalho apresenta os resultados de uma pesquisa-ação vinculada ao Programa de Pós-Graduação Mestrado Profissional em Letras do Campus de Três Lagoas da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul. Trata-se de uma investigação organizada mediante o desenvolvimento de uma sequência didática pautada na leitura, na análise e na escrita de microcontos literários (encontrados nas esferas de circulação digital e mídia impressa). Na definição estética e estrutural do gênero microconto, fez-se necessária a utilização dos estudos de Lauro Zavala, apresentados em artigos e notas de curso, tais como: De la teoría literaria a la minificción posmoderna (2007); El cuento ultracorto: hacia un nuevo canon literario (1996) e Minificción Contemporánea. La Ficción Ultracorta y la Literatura Posmoderna. Notas de Curso (2011). Com relação à sequência didática elaborada, utilizamos as proposições teóricas defendidas por Dolz, Noverraz e Schneuwly, na obra intitulada Sequências didáticas para o oral e a escrita: apresentação de um procedimento (2004). A pesquisa-ação está alinhavada nos princípios metodológicos discutidos por Michel Thiollent, em Metodologia da pesquisa-ação (1988). Considerando os campos da literatura, artes e mídia, este trabalho pedagógico justifica-se por atender às exigências do mundo contemporâneo em relação ao uso das tecnologias digitais de informação e comunicação. E, sobretudo, por promover um modelo de ensino da língua materna ancorado na reflexão e uso da linguagem, a partir da vida cotidiana do educando e da fruição literária. Nesse sentido, organizamos estratégias de aprendizagem voltadas para alunos do 6.º Ano do Ensino Fundamental de uma escola pública localizada no município de Carapicuíba (SP), tendo em vista a formação de sujeitos aprendizes dotados de atitude responsiva e ativa diante da realidade. As atividades suscitadas na sequência didática (leitura, compreensão, interpretação, escrita e publicação de microcontos na web e/ou mídia impressa) enquadram-se nos eixos de ensino de leitura e análise da linguagem, compreensão e produção textual.  Foram analisadas as produções textuais realizadas pelos alunos, bem como as avaliações externas e internas da escola, com o intuito de serem verificados os níveis de aprendizagem e descritores de habilidades específicas. Após a aplicação da sequência didática, os resultados comparados com dados coletados revelam avanços significativos na aprendizagem das habilidades leitoras/escritoras e, com efeito, em termos qualitativos e motivacionais, indicam um caminho promissor no processo de ensino da língua portuguesa e na formação de leitores e produtores de textos literários e não-literários.
Palavras-chave: Artes e Mídia; Ensino Fundamental; Língua Portuguesa; Literatura; Microconto; Sequência Didática.



BAGON, Edemir Fernandes. O microconto em sala de aula: leitura e escrita em uma escola de Carapicuíba, SP. Três Lagoas, 2017, 177 fls. (Dissertação de Mestrado - Orientador: Prof. Dr. Rauer Ribeiro Rodrigues) - PROFLETRAS/CTPL/UFMS. 

segunda-feira, 29 de janeiro de 2018

Natália Tano Portela defende dissertação na UFMS

A pesquisadora Natália Tano Portela, integrante do GPLV, da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, defende, no dia 22 de fevereiro de 2018, às 14h30,  no Câmpus 1 da UFMS/CPTL, a dissertação Três Facies da mulher em contos de Alciene Ribeiro, resultado de pesquisa realizada sob orientação dos Profs. Drs. Rauer Ribeiro Rodrigues e Eunice Prudenciano de Souza.

A banca de mestrado será composta pelo professor Rauer Ribeiro Rodrigues (UFMS) e pelas professoras Aurora Cardoso de Quadros (UNIMONTES) e Ana Lúcia Espíndola (UFMS).

Eis o resumo da dissertação:

RESUMO: Esta pesquisa tem como objetivo geral a identificação de diferentes qualidades de personagens femininas na obra de Alciene Ribeiro a partir da forma como são apresentadas nas narrativas. O recorte do corpus é composto por nove contos dentre os 61 publicados em livros: "Menina-Nuvem"; "Piquitita"; "O inventor de flores"; "Lar doce lar"; "Transa"; "Ave Maria das Graças Santos"; "A ponta do novelo"; "Mulher em recesso" e "Vinte anos de Amélia". Selecionamos três contos com protagonistas que integrassem cada um dos perfis traçados a partir da faixa etária e nível de liberdade da personagem. Partimos do pressuposto de que as personagens femininas nos contos de Alciene Ribeiro passam por um percurso de socialização em que as meninas, nascidas livres, são submetidas a regimes de normalização e assimilação de comportamentos, tal como postulado por Simone de Beauvoir em O segundo sexo e por Elena Gianini Belotti em Educar para a submissão. Em seguida, na fase adulta, as personagens passam por um período de performance dos comportamentos internalizados sob o jugo da dominação masculina descrita por Pierre Bourdieu, para, anos depois, terem uma espécie de tomada de consciência que as fazem buscar sua liberdade. Em razão das especificidades do gênero conto, não é possível perceber uma mesma personagem passando por todos esses estágios; no entanto, encontramos um padrão que demonstramos ao longo da dissertação. Para tanto, fizemos uma leitura do corpus a partir do princípio do iceberg, de Ernest Hemingway, e das “Teses sobre o Conto”, de Ricardo Piglia, além do palimpsesto na literatura de autoria feminina, conforme descrito por Sandra Gilbert e Susan Gubar.


PALAVRAS-CHAVE: Conto; Literatura Brasileira; Literatura de Autoria Feminina; Mulher; Violência.

terça-feira, 26 de dezembro de 2017

AGENDA IMPERDÍVEL PARA 2018


CONVITE

Temos a satisfação de convidar para as bancas de qualificação e defesa, de mestrado e doutorado, que acontecem em fevereiro de 2018. Confira a programação:

Dia 21/2, defesa do Profletras do Edemir Bagon, O microconto em sala de aula, às 14h30.

Dia 22/2, qualificação de mestrado da Maria do Socorro, O acervo de Alciene Ribeiro, às 9h30.

Dia 22/2, defesa de mestrado da Natália Tano, Três faces da mulher em contos de Alciene Ribeiro, às 14h30.

Dia 23/2, defesa de doutorado da Enedir Santos, Erotismo como resistência na obra de três escritoras brasileiras, às 13h30.

Dia 21/3, qualificação do Profletras da Tatiane Montanher, O conto em sala de aula, às 9h30.

 Todas as bancas serão na Unidade I da UFMS,  Câmpus de Três Lagoas.

quarta-feira, 29 de novembro de 2017

Líder do GPLV convida para bancas de TCC


CONVITE
Como orientador dos trabalhos e presidente das bancas, tenho a satisfação de convidar para as bancas de apresentação e arguição dos Trabalhos de Conclusão de Curso (TCC) dos graduandos Mariana da Silva Santos e Pedro Mauro Sobrinho da Costa Garcia, conforme a seguinte programação: Dia 2/12, sábado, às 8h, na Sala 6 da Unidade II: O espaço urbano em Poemas Concebidos Sem Pecado, de Manoel de Barros, com fotos dos locais representados, por Mariana da Silva Santos, sendo arguidores os Profs. Drs. Alcione Maria dos Santos e Fabiano Quadros Rückert; Dia 7/12, quinta-feira, às 15h30, na Sala 6 da Unidade II: Personagens femininas, narrador e ponto de vista: leitura do conto "A porta de serviço é serventia da morte", de Alciene Ribeiro, por Pedro Mauro Sobrinho da Costa Garcia, sendo arguidores os Profs. Drs. Alcione Maria dos Santos e Alfredo Ricardo Silva Lopes. Contamos com sua presença. ​Cordial abraço, Prof. ​Rauer.

terça-feira, 21 de novembro de 2017

CHAMADA PARA PUBLICAÇÃO - REVISTA GUAVIRA LETRAS

ISSN 1980-1858



A GUAVIRA LETRAS, revista do Programa de Mestrado e Doutorado em Letras da UFMS, Câmpus de Três Lagoas, faz chamada para seu número 27 do 1º semestre de 2018.
Confira abaixo: 



CHAMADA Nº 27 (JANEIRO/ABRIL DE 2018) - DOSSIÊ: REPRESENTAÇÕES DO RELIGIOSO NA LITERATURA E NO CINEMA
CHAMADA Nº 27 (Janeiro/Abril de 2018)

Prazo para submissão: 10 de janeiro de 2018
As submissões devem ser feitas pelo portal da GUAVIRA LETRAS, em <www.guaviraletras.ufms.br >.
E-mail para contato: guavira.letras.ufms@gmail.com
Editores Responsáveis:
Rauer Ribeiro Rodrigues (UFMS)
Luciano Tosta (University of Kansas, EUA)
Título do Dossiê: Representações do religioso na literatura e no cinema
Tema: Literatura / Cinema / Religiosidade
Ementa:
A religião é um dos elementos primordiais da maioria das sociedades. Como tal, representações de religiosidade sempre marcaram os textos literários. Há vários estudos sobre a representação da religião na obra de escritores brasileiros, tais como Jorge Amado, Machado de Assis, Luiz Vilela e Adélia Prado, assim como no trabalho de escritores de outras nacionalidades, como Emily Dickinson, Franz Kafka, Aldous Huxley, Dostoiévski, Thomas Mann e Ítalo Calvino. Da mesma forma, é comum analisar-se aspectos literários de textos sagrados como a Bíblia. A proposta deste Dossiê e reunir artigos que explorem representações do religioso na literatura e no cinema, assim como estudos de cunho literário de textos religiosos.
Abordagens:
O sagrado
Sincretismo religioso
Religião e colonialismo
Religião e nação
Religião e (ideologia de) gênero
Representações de Deus(es)
Religião e tabu
As sagradas escrituras (Bíblia, Torá, Alcorão, etc)
Religiosidades indígenas
Fé e preconceito